Minha História


Susy Ramos

Quando conheci o Dr. Luciano já estava na terceira e pior crise de hérnia de disco, eu não podia sentar e aguentava poucos minutos em pé. Tendo feito vários tratamentos durante meus quatro anos de convivência com a hérnia, naquele momento a cirurgia foi a melhor opção. E ele foi ótimo. Explicou todo o procedimento, falou dos riscos e manteve-se disponível desde a primeira consulta para esclarecer qualquer dúvida. Após a cirurgia eu já podia andar, sentar e não acreditava que a dor havia sumido. O acompanhamento prestado no pós-operatório pelo Dr. Luciano também é notável. Sua competência e conhecimento merecem destaques. Agradeço a ele e toda sua equipe, especialmente à Val, sua secretária, pela atenção e comprometimento.


Sergio I.Skarbnik

O meu nome é Sergio I. Skarbnik. Atualmente com 61 anos de ,1,80 de altura e 110 kilos. Em janeiro de 2015, as dores que eu senti esporadicamente nas costas, começaram a se intensificar e ponto de eu ter muita dificuldade de subir e descer escadas, andar mais do que 4 quarteirões subir ladeira no máximo duas quadras e o pior não conseguia ficar em pé por mais do que 30 minutos .A dor cada vez foi ficando mais intensa e para conseguir ficar fora da cama e poder trabalhar tive que começar a tomar medicamento a base cortisona. Nesta ocasião estava pesando 90 kilos e em 8 meses ganhei 10 kilos o que agravou as minhas dores. Tinha ido a dois médicos ortopedistas especializados em problema de coluna que me recomendaram fazer uma cirurgia corretiva .Eu tinha muito receio de fazer uma cirurgia delicada como essa, e tinha a experiência de 2 amigos que passaram por cirurgias de coluna e que tiveram um longo período de recuperação com muita fisioterapia, mas depois de um ano da cirurgia voltaram a sentir dores. Neste momento me indicaram o médico especializado em coluna vertebral Dr Luciano Miller Reis Rodrigues . Ele foi super atencioso ,me passou inúmeros exames, não foi precipitado em me fazer a cirurgia ,me explicou muito a técnica que iria fazer e só me colocaria uma placa ,se não tivesse outra opção. No final agosto de 2015 acabei fazendo a cirurgia de DESCOMPRESSAO MINIMAMENTE INVASIVA ,que foi um absoluto sucesso e não teve que ser colocada a placa. Hoje 1 de novembro de 2016 ,passados 14 meses da cirurgia e tendo ganho outros 10 kilos ( mas por meu desleixo com o meu peso, estou atualmente com 110 kilos mas vou fazer um regime e exercícios ) estou me sentindo muito bem sem nenhuma dor, que por sinal nunca mais senti nada nem na coluna e nem nas pernas .Depois de 30 dias de intensa fisioterapia pós cirúrgica, voltei a fazer longa caminhadas, pelo meu trabalho voltei a conseguir ficar o dia todo em pé sem nenhum problema. Quero registrar a minha muito bem sucedida experiência e o meu eterno agradecimento ao Dr Luciano Miller Rodrigues .


Felipe Andrade Silva

Meu nome e Felipe Andrade Silva, tenho 25 anos. Sempre pratiquei exercícios físicos com frequência, porém em 2014 começou meu histórico com a hérnia de disco, após uma simples partida de futebol, sai com uma grande dor nas costas e fui direto ao médico, depois de um “Raio X” fui medicado e diagnosticado como uma simples lesão muscular, porém, essa dor continuou constantemente por meses, até que eu fui à procura de um especialista e foi constatado que possuía duas hérnias, sendo assim, comecei meu tratamento, com procedimentos de: hidroterapia, RPG e fisioterapia, durante um ano. Apesar de estar fazendo os tratamentos e o uso de medicação frequente pra as dores, não tive melhoras, aos poucos tiver que me afastar dos exercícios físicos, me policiar de simples atividades diárias, o que resultou no aumento do meu peso e sobretudo começaram a chegar os problemas de saúde. Contudo, cansado dos tratamentos e após diversas consultas, com diversos especialistas, conheci o Dr. Luciano e após a realização de exames, ele me indicou a cirurgia, procedimento este, simples e com recuperação bem rápida. Hoje faz três meses que operei, contínuo sendo acompanhado pelo Dr. Luciano e faço sessões de fisioterapia. Já me sinto muito melhor, e tenho a certeza de que foi a melhor decisão que poderia ter tomado, não tenho mais dores e a cada dia que passa me sinto mais preparado para voltar a ter minha vida normal, praticar exercícios físicos e poder brincar com meu filho como uma pessoa saudável.


Silvia Santos

Precisamente dia 18/12/2015 (sexta feira), tive a primeira crise, foi uma dor insuportável, achei que era apenas o nervo ciático se manifestando, não conseguia andar, a dor atingiu a perna esquerda, tomei um anti-inflamatório e fiquei deitada até o medicamento agir, que foi superficial. Nessa noite não conseguia dormir a dor persistia, no dia seguinte novamente tomei o medicamente e assim foi da mesma forma até segunda feira, quando agendei consulta em caráter de urgência com ortopedista, foi solicitado ressonância e constatou duas hérnias de disco, prescreveu medicamento para dor e fisioterapia para fortalecimento. Fiz fisioterapia durante três meses e não sentia melhora nenhuma, muito pelo contrário, MUITA DOR. Procurei na internet um especialista de coluna e gostei da colunar e marquei com o Dr. Luciano que verificou os exames e novamente fui medicada e a situação agravava a cada dia, a ponto de não mais dormir, respirar direito, espirrar, tossir e assim por diante. Desde a passagem com o Dr. Luciano ate a cirurgia foram 3 a 4 meses de muita dor e medicamentos, não tinha mais esperança de sentir FELIZ novamente e SORRIR sem dor. Estava entrando em DEPRESSÃO, pois já não saia, não andava de tanta dor, a VIDA já estava sem cor, pois só sentia DOR. Meu marido já não sabia o que fazer, era tanta dor que ele praticamente ficava parado sem poder me ajudar, nem saber o que fazer e me dizia: O QUE FAÇO AGORA, NÃO SEI O QUE FAZER, SOFRO COM VOCE, MAS, NÃO É O SUFICIENTE PARA TE AJUDAR E ALIVIAR ESSA DOR. Tadinho já estava ficando desesperado sem saber o que fazer se afastava para não me ver sofrer. Até que foi agendada a operação no dia 04/08/2016, senti medo e preocupação, mas, Graças a Deus tudo correu bem, no dia seguinte a cirurgia, nossa a minha vontade era de correr e chorar de alegria, pois até antes da cirurgia CHORAVA dia e noite entre crises e mais crises e as vezes brotavam lagrimas de tristeza. Hoje choro de alegria, ESTOU PRATICAMENTE SEM DOR (ainda sinto medo e um pequeno incomodo na lombar), posso caminhar lentamente (medo), respirar, tossir e espirrar sem DOR. Obrigada DEUS e graças ao Dr. LUCIANO MILLER, a alegria voltou no meu coração, depois de quase 01 ano de luta entre dores, lágrimas, sem esperança de voltar a SORRIR e sair, CURTIR A VIDA. Ainda...


Nair Pascotto Inocenti

“Dr. Luciano, Gostaria de manifestar minha história a qual, hoje, o Senhor faz parte: Perdi meu pai ainda criança e tivemos , minha mãe e nós três meninas pré adolescentes, que batalhar desde então: até os 12 anos na zona rural, onde os esforços físicos são imensos; após a vinda para a cidade, trabalho de doméstica, de grande esforço físico, mas também de grande aprendizado de vida. Me casei logo aos 17 anos, e minha disposição e saúde nos ajudou muito a construir minha vida; mas só hoje eu entendo o quanto sacrifiquei minha coluna. Nos últimos anos sofri imensas dores e desconforto, mas nesses últimos doze meses praticamente fiquei inválida para a vida: mal conseguia ir ao banheiro ou sentar à mesa para as refeições, e sempre dependente de alguém para segurar-me. Completamente torta e achar uma posição para dormir era muito difícil. Enclausurada de qualquer convívio social e dentro de casa, ou melhor, no quarto, totalmente dependente de outras pessoas, estressada pela dor insuportável, e com os consequentes efeitos colaterais das múltiplas tentativas de medicações para aliviar a dor, não compreendida ,na sua dimensão, por quem está a sua volta. Diabete descompensada, depressão, raivosidade (isso mesmo, muita raiva) ; viver para que! Ao dizer: Preciso operar a coluna. as expressões que as pessoas faziam eram assustadoras: Meu Deus, você vai operar a coluna? Mas não é só a perna que dói? E assim cheguei até o Senhor, que me acolheu com muita tranquilidade e confiança. E como planejou, sua cirurgia e o pós operatório transcorreu como um sonho. 24 horas depois estava andando ERETA pelo corredor do hospital, e tendo alta. Fui para casa de minha filha que fica em Piracicaba, a 150 km de São Paulo, de carro, isso mesmo, 24 horas após a cirurgia, desde então só melhoro, sem dor alguma. Como agradecê-lo, como enaltecer a pessoa, sua capacidade e qualidade profissional! Meu muito obrigado e que em minhas orações sempre estará presente. A Valdirene também.


André K. Mattone

“Durante um jogo de air soft,acabei sofrendo um acidente,caindo no poço de um elevador. Desmaiei e fui resgatado por uma ambulância . Quando acordei sentia dores no corpo todo. Com o passar do tempo comecei a sentir muitas dores nas costas e na perna direita que pioravam cada vez mais. Chegou uma hora em que não conseguia mais andar a distancia de um quarteirão. A dor foi se intensificando cada vez mais e já não conseguia sair de casa ficando a maior parte do tempo deitado. Engordei 30 kilos. Passei por consulta com o Dr Luciano e marcamos a cirurgia. Ele me operou a hernia de disco e logo depois da cirurgia já estava me sentindo muito melhor. Faz 1 mês e meio que fiz a cirurgia e recuperei a minha qualidade de vida, podendo andar normalmente sem sentir dor. Estou fazendo fisioterapia e em breve vou voltar a fazer academia e os esportes que costumava praticar.


Alexandre Ricardo Nardi

Convivi com uma hérnia de disco na região lombar (L5-S1) por mais de vinte anos. De tempos em tempos minhas costas travavam, atrapalhando bastante minha rotina. Mas, como ocorria apenas ocasionalmente, fui levando. Como sempre gostei de praticar esportes, fui fazendo fortalecimento sempre que possível e o tempo seguiu. Há alguns anos voltei a praticar judô, apoiado e motivado pelos meus filhos. Acabei me empolgando e comecei a participar de competições de katá. Nesse momento percebi que a hérnia estava me deixando receoso de realizar uma série de movimentos. Foi quando conheci o Dr. Luciano e a Colunar. Após uma série de exames e verdadeiras aulas sobre as opções de tratamento, decidimos pela realização de uma cirurgia para correção da hérnia. O procedimento foi muito tranquilo (tive alta no dia seguinte) e, um mês depois, comecei as sessões de fisioterapia, com o acompanhamento periódico do Dr. Luciano. Mais três meses e comecei, aos poucos, o retorno aos tatames. Dois meses depois tive alta e recomecei os treinos com vistas a participar novamente de competições – desta vez sem medo de voltar a travar! O resultado veio no último fim de semana (3/abr/2016) quando conquistamos o vice-campeonato na Copa SP de Katá, o maior torneio de clubes e associações da América Latina, organizado pela Federação Paulista de Judô. Por tudo isso, se você estiver lendo este texto e tiver um quadro parecido com o meu, converse com o Dr. Luciano. Se eu tivesse feito isso antes, com certeza teria realizado o tratamento há mais tempo, o que teria poupado vários inconvenientes… Agradeço ao Dr. Luciano e a toda equipe da Colunar por me colocarem novamente em ordem! Um abraço.


José Mendes

“AGRADECIMENTO AO DR LUCIANO MILLER E EQUIPE Sempre tive uma vida de esportista, pois praticava futebol duas vezes por semana, mas ao mesmo tempo trabalhava sempre sentado. Esta vida de esportista de fim de semana sem a devida preparação física e ao sedentarismo, somados a um esforço acima do normal ao carregar sozinho um motor de popa, me causaram hérnias de disco e com o tempo um estreitamento do canal medular. Isto me impediu de praticar qualquer esporte, pois ao ficar de pé ou caminhar as dores na coluna com irradiação para as pernas e pés me obrigavam a sentar imediatamente sob pena de um desequilíbrio. Este sofrimento durou cerca de 14 anos até que conheci a clinica colunar e o Doutor Luciano Miller, cuja conclusão seria de cirurgia para corrigir os problemas. A cirurgia sempre foi o meu terror, pois temia pelos meus movimentos dos membros inferiores. Mas o Dr. Luciano me tranqüilizou e a cirurgia foi realizada com um sucesso tremendo, pois fui internado na sexta-feira de manhã, no domingo fui para o hotel e na terça feira o Doutor me autorizou a viajar de volta para Palmas-To, onde moro. A partir do dia da cirurgia feita dia 23/10/2015 nunca mais tive qualquer dor na coluna e hoje tenho vida normal. Quero externar meus mais profundos agradecimentos ao Doutor Luciano Miller e sua equipe pelo trabalho realizado, cujo sucesso me devolveu os movimentos normais. Quero agradecer muito também ao atendimento pós-operatório feito à distância pelo Dr. Luciano me orientando gradativamente e à sua secretária Valdirene pela presteza e humanidade. QUE DEUS CONTINUE A ABENÇOAR A TODOS VOCÊS. GRANDE ABRAÇO!!!


Cadu Alves

“Há 10 anos ouvi de alguns médicos que eu nunca mais poderia fazer nenhum tipo de esporte. Ai veio um doido e falou exatamente o contrario. Fez minha cirurgia e me receitou esporte pro resto da vida. Certo Dr Luciano Miller Reis Rodrigues. Hernia de disco é para os fracos. Ta faltando um pedaço da minha coluna mas não tem problema. A gente vai capenga mesmo mas não para! ‪#‎crossfit‬”


José Wilson dos Santos

“Desde março deste ano, passei a sentir fortes dores na coluna vertebral, impossibilitando-me realizar atividades que regularmente fazia. Em abril, ao embarcar de Salvador para São Paulo, onde festejaria os meus 86 anos, juntamente com meus filhos que aqui residem, já saí em cadeira de rodas e com bastante dificuldade de permanecer em pé ou andando e com problemas urinários. Ato também repetido na chegada à São Paulo. Após consultas e pesquisas, realizadas pelos meus filhos que residem em São Paulo, chegou-se ao nome do Dr. Luciano Miller, da Clínica Colunar, onde foi providenciada consulta em caráter de urgência. Já no consultório do referido Doutor e após análise por ele realizada da ressonância magnética, disse-me que eu tinha fratura em uma das vertebras, mas que não era esse o problema que causava as fortes dores e outros sintomas que quase me levaram à imobilidade. O meu problema era uma compressão na medula e que a solução seria uma intervenção cirúrgica, minimamente invasiva, e que não duraria mais que uma hora e meia. No momento, ficamos apreensivos em face a minha idade e a outros fatores determinantes que poderiam prejudicar uma decisão, até porque não se imaginava de que um grande problema fosse resolvido em tão pouco tempo. Retornamos para casa e nos reunimos para decidir o que deveria ser feito: Voltar para Salvador com os mesmos problemas, e até agravados, ou submeter-me a uma cirurgia. Como as dores aumentaram e a minha capacidade de locomoção diminuía rapidamente, onde já havia sido alugada até cadeira de rodas, fui obrigado a dirigir-me para uma emergência e não foi outra alternativa senão convocar o competente Dr. Luciano e submeter-me à tão necessária intervenção cirúrgica. Da minha chegada à São Paulo até a realização da cirúrgia, foram exatamente 8 dias de extremo sofrimento. Hoje, já operado, em tempo recorde, sinto-me um outro homem, sem dores e sem nenhum outro problema. Mais forte, mais disposto e, melhor ainda, feliz por saber que o problema, que me incomodava bastante, foi resolvido por mãos competentes e abençoadas. Peço a Deus que continue iluminando a trajetória do Doutor Luciano e equipe, não somente a médica como também a administrativa, as quais desde o primeiro dia, no consultório, até a presente data, tive e continuo tendo um tratamento extremamente eficiente e carinhoso por parte dessas equipes. Muito obrigado Doutor Luciano. Tenha certeza que a sua história, sempre que...


Página 1 de 41234